Crédito pessoal: 5 dicas para escolher o melhor

casal jovem em frente dum computadorQuando os desejos ou as necessidades são maiores do que o saldo na conta, muitos consumidores pedem um crédito ao banco. Como escolher o melhor crédito pessoal.

1. Preciso mesmo do crédito pessoal?

Antes de pedir um empréstimo ao banco devia pensar duas vezes se é mesmo necessário recorrer a um crédito.Por vezes vale a pena juntar dinheiro e esperar até se poder pagar o computador, a viagem ou a máquina de lavar roupa duma vez só – ou em vez de comprar um produto novo, pode-se comprar usado. Se optar pelo crédito, deve calcular qual o montante que pode pagar mensalmente sem falta durante todo o prazo do crédito.

  1. Comparar a TAEG

Para saber qual o crédito mais barato deve comparar a TAEG de vários bancos. A Taxa Anual Efetiva Global inclui todos os custos do crédito, juros, comissões, impostos, seguros obrigatórios, comissões e custos de manutenção da conta.

  1. Fazer uma simulação de crédito

Mas atenção: Só porque um banco faz publicidade com uma TAEG baixa, não quer dizer que o banco lhe concede o crédito com as mesmas condições. Os bancos calculam a TAEG conforme o risco de cada cliente e conforme o valor e o prazo do crédito. Para saber quais são as condições aplicáveis para si, deve fazer uma simulação de crédito no banco que lhe interessa.

  1. Comparar os custos totais do crédito

Além de fazer uma ou vários simulações deve comparar os custos totais do crédito, o que é o dinheiro que no final tem que pagar ao banco. Quem pedir um crédito de 5000 euros no Millenium BCP com uma TAEG de 14,7 por cento a cinco anos, pagará 5.479,61 euros ao banco. Quem optar por um prazo de 30 meses terá que pagar 5.318,01 euros de volta – consoante o simulador do Millenium BCP já com uma TAEG de 15 por cento. Ou seja, a TAEG fica mais caro, a mensalidade mais alta, mas o crédito é mais barato.

  1. Leia bem as condições do seguro

Muitos bancos exigem que o cliente feche um seguro juntamente com o crédito, o que torna o crédito mais caro. Quem quiser poupar devia tentar conseguir o crédito sem seguro. Se optar por um crédito com seguro devia ler bem as condições. Por vezes, seguros excluem exatamente o risco que o cliente percisava de assegurar. Para dar um exemplo dum risco excluido : „O risco resultante da prática profissional ou amadora de desportos perigosos“ (Unibanco Seguros). A questão é quais os desportos considerados perigosos. Quem pratica mergulho, escalada, paraquedismo ou outros desportos devia se informar bem antes de fechar o contrato. Caso contrário, corre o risco de pagar um seguro caro que no pior dos casos não servirá para nada.

Se este artigo lhe foi útil, talvez queira subscrever a nossa newsletter.

Crédito Online Top 5